COL. ENDLESS MASSACRE - Volume 2
(2008 - Violent Records)

Por: Rodrigo Simetti
Data: 04/09/2009

A Endless Massacre II é uma compilação idealizada pela Violent Records com o intuito de juntar bandas consagradas e outras menos conhecidas no cenário nacional. Algo que vale ser ressaltado nessa coletânea, que faz ela ter um diferencial, que é prensada, ao contrario de muitas outras que se encontram por ai, que para reduzir custos fazem apenas um CD-master e enviam para as bandas efetuarem cópias do mesmo para viabilizar sua distribuição. 
A capa da coletânea ficou bem legal, nela é possível observar um pequeno pedaço de um necrotério onde parece que algum louco entrou e destroçou os corpos que encontrou lá, sangue e pedaços de corpos por todos os lados, ainda é possível observar que uma das portas da “geladeira” conta com o logo da gravadora; o mesmo local, porem “limpo”, é utilizado como fundo do encarte, esse que merece parabéns, pois conta com: foto, logo, formação e contato de todas as bandas.
Logo no início desse play temos o Predatory com Visions World Apart, a banda de Praia Grande/SP faz um Thrash Metal muito bem executado, com bastante mudanças rítmicas e uma leve pitada de modernidade, a gravação ficou devendo na parte da bateria e as guitarras ficaram sem brilho, porém a qualidade da banda supera isso facilmente e o som do play é para bater cabeça o tempo todo. A segunda faixa, Synthesis of Existence, traz o Black/Death do Chaosmaster de Santos/SP que faz um bom uso de passagens cadenciadas e as guitarras conseguem criar um clima denso nas horas certas e fazem solos muito bem encaixados e executados, o vocal é outro ponto que merece ser ouvido com atenção nessa banda que conta com grandes músicos do underground nacional. Pronúncio e Cavalo Destróia são as duas musicas com que o March of Hate participa dessa coletânea. A banda de Monte Azul Paulista/SP faz um Thrash Metal curto e grosso, com letras em português e vocal que tende ao Death Metal, a segunda música é uma das melhores da coletânea, alternâncias de andamento e vocal/letra muito bem encaixados. Os catarinenses do Austhral representam o Black Metal Sinfônico, então pode esperar muitas passagens de teclado, a banda faz um uso bem legal de backing vocals em Sacred, o estilo aqui fica mais cadenciado do que a maioria das bandas do estilo, atmosfera densa e guitarras viajando em diversas influências. A Wicked Funeral de Manaus/AM é adepta do Death Metal e faz muito bem aquilo que se propõem. Infelizmente a banda fica devendo na gravação, não houve uma preocupação com os timbres e equalizações e por causa disso a guitarra saiu perdendo muito, Satanic Possession é uma bela composição então merece mais atenção se for regravada futuramente. O Genocídio é uma banda que praticamente não precisa ser apresentada, a banda já vem a muito tempo marcando seu nome no cenário nacional, participam com a música Nightmarishly que tem um clima mais Dark/Doom, acho que a banda tem melhores músicas e poderia ter usado alguma delas nesse trabalho. O Black Metal do Malkuth foi uma surpresa para mim, pois não conhecia a banda, mais uma vez a gravação é o único porém da banda, mas a composição pode ser comparada a grandes nomes do estilo, The Voice of Hastur poderia se tornar um grande hino. Em pouco mais de 3 minutos o Sengaya apresenta Projeto Insano, Realidades Brasileiras, Desatentos, Lutar e Paz Digerida, 5 canções do mais podre e ríspido Grindcore, sem frescura e dando pouco tempo para pensar e prestar atenção nas mesmas, então se prepare para dar ouvir mais de uma vez cada uma das canções dos catarinenses. O Delicta Carnis apresenta Flames of Surtur que infelizmente me fez não ter uma boa impressão da banda, que fica muito nos lugares comuns do estilo Black/Death, é notável que são músicos de qualidade, porém falta melhorar a composição, empenhar mais tempo em uma única composição às vezes é o melhor a se fazer. Não tem como negar que Abömydögs é praticamente um tributo ao Motörhead, em Death Machine e R.I.P. a banda mostra claramente a influência dos ingleses no som que fazem, principalmente no vocal, que é totalmente a lá Lemmy, e todo o resto não fica por menos, de composições à timbres. Os curitibanos do Keophz são outros que perderam pontos pela gravação, a banda se declara Death/Thrash porém faz um som que foge desse rótulo, não defini muito bem o que seria. É notável a falta de experiência do vocal que tenta alternar entre vários timbres e não é muito feliz nisso; Sell your Soul é uma composição bem confusa, onde se mistura muita coisa e o resultado não é muito agradável. Um Death Metal de bom gosto faz o Moments of Gore se destacar dentro desse trabalho, a gravação não é das melhores, mas a banda de São Vicente/SP faz um som de ótimo gosto e difícil de ser visto em qualquer lugar; duas composições curtas, porém que fazem você querer que não acabem mais. O Empire of Souls já espalha seu ódio ao cristianismo desde os anos 90, aqui a banda participa com You Evoked Us, que tende muito mais ao Death do que ao Black Metal, a banda também cai no erro de apresentar uma gravação de baixa qualidade, mas assim como as outras a qualidade da composição supera mais uma vez essa falha. Brutal Exuberância não podia contar um nome melhor para representar a temática da banda, a música Planeta Cobiçado é ótima, apesar dos timbres horríveis de guitarra (principalmente no solo onde ficou muito digitalizado), mas a banda pratica um Thrash indo para o Crossover muito bem e tem tudo para dar certo. Errar na gravação não é algo que somente os brasileiros fazem, o Plague of Astaroth da Nova Zelândia é uma One-man band de Black Metal que eu sinceramente não entendi muito bem o que quer fazer, a composição Arcane Odium é bem irregular e deixa o vocal totalmente apagado, sinceramente essa é a única banda que acho que não devia estar aqui (nada contra gringos). Mais uma grande banda da coletânea a Hierarchical Punishment vem com um Death Metal clichê, sendo que isso passa longe de ser ruim aqui! A banda não apresenta nenhuma inovação, porém a qualidade de sua música e o trabalho em cima de coisas tão batidas é surpreendente, Hungry’s Industry é pra ser ouvida até a exaustão e se alguma banda ficou devendo em qualidade de gravação essa aqui passou longe disso. Eis uma banda que tenho particular admiração, vinda de Curitiba/PR o Necropsya conseguiu se destacar e permanecer na ativa entre tantas outras bandas de Thrash Metal que surgem na cidade, mas saber fugir do comum do estilo fez a banda conquistar seu lugar, Skullcrusher é uma das melhores composições da banda. Gradus Pentalphae oriunda de Nova Iguaçu/RJ consegue fazer um Black Metal fora de estereótipos, guitarras melodiosas que seguem sem perder peso durante; Evil Pure Essence é o destaque da banda. A banda da capital baiana Malefactor vem com a proposta de Death Metal, so que se você espera algo old school passe longe, os caras fazem um som moderno com muita melodia, chegando em alguns momentos a lembrar bandas de death core, mas nada que tire o mérito da banda, o som não é dos que mais me agrada, mas é muito bem feito e tocado.
A coletânea como um todo é um grande trabalho e um material bem interessante por apresentar algumas bandas desconhecidas junto com nomes já conhecidos do grande público. A produção gráfica ficou muito boa, e a seleção de bandas também, o porém de todo esse trabalho ficou quando a qualidade de gravação de algumas bandas que infelizmente comprometem à elas mesmas fazendo com que grandes músicas fiquem prejudicadas e também a falta de equalização final do trabalho, pois as músicas apresentam um desnível de volume bem gritante entre algumas faixas. Recomendo o trabalho para todos aqueles que gostam de música extrema, pois é isso que você encontrará aqui, vale a pena conferir.

Nota: 8,5


Lançamento:
2008
Tracklist:
01. Visions World Apart - Predatory
02. Synthesis Of Existence – Chaosmaster
03. Pronuncio - March Of Hate
04. Cavalo Destroia- March Of Hate
05. Sacred - Austhral
06. Satanic Possession - Wicked Funeral
07. Nightmarishly - Genocídio
08. The Voice Of Hastur - Malkuth
09. Projeto Insano - Sengaya
10. Realidades Brasileiras - Sengaya
11. Desatentos - Sengaya
12. Lutar - Sengaya
13. Paz Digerida - Sengaya
14. Flames Of Surtur - Delicta Carnis
15. Death Machine - Abömydögs
16. R.I.P. - Abömydögs
17. Sell Your Soul - Keophz
18. Evil Mind - Moments Of Gore
19. Suicide - Moments Of Gore
20. You Evoked Us... - Empire Of Souls
21. Planeta Cobiçado - Brutal Exuberância
22. Arcane Odium - Plague Of Astaroth
23. Hungry´s Industry - Hierarchical Punishment
24. Skull Crusher - Necropsya
25. Evil Pure Essence - Gradus Pentalphae
26. Castle Of Carnal Sins – Malefactor
Gravadora:
Violent Records
Contatos:
Predatory - http://www.myspace.com/predatorythrashmetal
banda_predatory@yahoo.com.br

Chaosmaster - http://www.myspace.com/chaosmasterbr
chaostribute@yahoo.com

March of Hate - http://www.marchofhate.com/
sasvs@superig.com.br

Austhral – http://www.austhral.com
austhral@austhral.com

Wicked Funeral - satanicpossession@gmail.com

Genocídio – http://www.genocidio.com.br
wperna@ig.com.br

Malkuth - http://www.malkuthband.com/
malkuthhorde@hotmail.com

Sengaya - http://www.myspace.com/sengaya
ricardoullrich@bol.com.br

Delicta Carnis - http://www.myspace.com/delictacarnis
delictacarnis@gmail.com

Abomydogs - http://www.myspace.com/abomydogs
abomydogs@abomydogs.com

Keophz - keophz@ig.com.br

Moments of Gore - http://www.myspace.com/momentsofgore
momentsofgore@yahoo.com.br

Empire of Souls - http://www.myspace.com/empireofsoulsbmh
empireofsouls@hotmail.com

Brutal Exuberância - www.myspace.com/brutalexuberancia
brutalexuberancia@gmail.com

Plague of Astaroth - http://www.myspace.com/plagueofastaroth
contact@frostmoor.com

Hierarchical Punishment - http://www.myspace.com/hierarchicalpunishment
hierarchicalband@yahoo.com.br

Necropsya - http://www.myspace.com/necropsya
necropsya@gmail.com

Gradus Pentalphae - www.myspace.com/graduspentalphaehorde
graduspentalphae@yahoo.com.br

Malefactor - http://www.myspace.com/malefactorbrazil
malefactor@malefactor.com.br

Violent Records - http://violentrecs.blogspot.com/
Home Page:
http://www.myspace.com/violentrecs




Roberto    E-mail

Quem discorda da resenha acima ou de qualquer outra critica desse zine é totalmente ignorado, Vcs são Parciais e desonestos, Vão tomar no Cú seus Viados, esse WebZine não tem a minima credibilidade!!é uma Merda!!!

Enviado no dia 07/02/2010 às 10:40:00 Hs

Livia    E-mail

São varias as Bandas com qualidade nessa coletãnea, porem não acho o ABOMYDOGS uma mera Banda tributo ao Motorhead ( Já vi shows deles e os Instrumentos que eles usam são demais diferenciados de um Motorhead, como uma Guitarra de 2 braços e um Baixo sem Trastes( Próprio para Jazz )e vejo outras influencias ali,( Led, ZZ Top,Saxon,Até o puro Rock "n" Roll ),fora q na minha opinião é a melhor Banda da Compilaçõa, e a melhor em qualidade de Gravação.

Enviado no dia 01/01/2010 às 20:31:22 Hs

 

Nome:
E-mail:
Comentário:
=
 

 

Esta página faz parte da GOREGRINDER Web Zine